Big Data direciona empresas para o sucesso

Como o Big Data direciona empresas para o sucesso

///
Comentário0
/
Categorias

Big Data surgiu para revolucionar a forma como as organizações lidam com os dados que coletam diariamente. 

A tecnologia disruptiva alterou o mundo dos negócios, de forma que os gestores de grandes empresas perceberam estarem atrasados ​​no desenvolvimento de uma estratégia de dados inteligentes.

Cabe salientar que os dados sempre foram importantes nos negócios, mesmo no caso de empresas pequenas ou Startups.

No entanto, a chegada dos dados digitais – por seu volume, profundidade e acessibilidade – exigiu que as corporações desenvolvessem uma vantagem competitiva sustentável.

Atualmente, é correto dizer que o Big Data interfere em toda a cadeia de suprimentos, no marketing, nos recursos humanos e em muitos departamentos e segmentos de negócios.

Por isso, o Grupo Print Laser –  empresa especializada em Big Data, preparou este artigo, que pretende destacar a importância e a utilidade da tecnologia para alavancar negócios e tornar as empresas mais fortes e competitivas.

O que é Big Data?

Em resumo, Big Data é a análise e a interpretação de conjuntos volumosos de dados estruturados e não estruturados, provenientes de diferentes fontes.

Antes do Big Data, esses dados complexos não podiam ser processados rapidamente por softwares tradicionais.

Então, para facilitar a captura, o gerenciamento e o processamento de dados de forma rápida e massiva, investiram em ferramentas que processam um grande volume de dados, trazendo gráficos e informações relevantes para a tomada de decisão.

Dados estruturados e não estruturados

O Big Data coleta todos os tipos de dados, desde os não estruturados, passando pelos estruturados e até os semi-estruturados.

  • O que são dados estruturados: planilhas de excel, banco de dados, arquivos xml, cvs e etc.
  • O que são dados não estruturados: bloco de notas, imagens, e-mails, word, gravações telefônicas, arquivos de música ou vídeo, e etc.

Cada um desses grupos de dados pode ser extraído e analisado para gerar insights importantes, que vão nortear os gestores de empresas em suas tomadas de decisão.

A tecnologia pode ser caracterizada por 3 aspectos distintos:

  • volume extremo de dados
  • ampla variedade de tipos de dados
  • velocidade na qual os dados precisam ser processados ​​e analisados

Os dados que constituem grandes armazenamentos podem vir de fontes distintas como sites, mídias sociais, aplicativos para computadores, dispositivos móveis e – cada vez mais – sensores e outros dispositivos na Internet das coisas (IoT).

A tecnologia de dados está relacionada a outros aspectos, que permitem a análise e o melhor aproveitamento das informações obtidas.

Com isso, as empresas podem encontrar soluções para problemas, ou podem descobrir novas oportunidades de mercado.

Se sua empresa deseja utilizar os dados que coleta de forma mais aprimorada, então vale investir em dois itens:

  • Infraestrutura de TI necessária para suportar grandes volumes de dados;
  • Análise aplicada aos dados, além de outros fatores que podem ajudar a gerar insights.

Análise de dados para a tomada de decisão

O que realmente agrega valor ao volume massivo de dados é a análise aplicada a eles. Sem análise, os dados são apenas números, com uso comercial bastante limitado.

Em suma, a análise de dados envolve o estudo para obter insights, observar tendências e realizar previsões sobre atividades futuras.

Ao analisar os dados, as organizações podem tomar decisões de negócios mais bem informadas, como quando e onde executar uma campanha de marketing ou introduzir um novo produto ou serviço.

Big Data e Business Intelligence (BI)

Muitas pessoas confundem BI com Big data, mas não sabem que na verdade elas são complementares.

De forma resumida, o BI é responsável pela coleta dos dados, e é ideal para quando a empresa já conhece os pontos chaves (perguntas) a se estudar.

O Big data é focado no processamento dos dados, e neste processamento é analisado novos caminhos e oportunidades de negócios, além de abrir caminho para perguntas que até então não haviam sido feitas.

Infraestrutura de TI para suportar Big Data

Para que o conceito de Big Data funcione, as organizações precisam ter a infraestrutura ideal, tornando-as capaz de coletar e armazenar grandes volumes de informações.

Além disso, é essa estrutura que fornece acesso aos dados e protege as informações enquanto estão armazenadas e em trânsito.

De modo geral, a infraestrutura de TI abrange sistemas de armazenamento e servidores projetados para Big Data.

Bem como softwares de gerenciamento e integração de dados, software de Business Intelligence, análise de dados e aplicações de Big Data.

Grande parte dessa infraestrutura poderá ser física. Contudo, cada vez mais as organizações investem em computação em nuvem para lidar com grande parte de seus requisitos de coleta e armazenagem de dados.

As ferramentas de infraestrutura de segurança podem incluir criptografia de dados, autenticação de usuários e outros controles de acesso, sistemas de monitoramento, firewalls, gerenciamento de mobilidade empresarial e outros produtos para proteger sistemas e dados.

Onde aplicar o Big Data?

Já falamos bastante sobre o que é Big Data e que tipo de estrutura é requerida para que a tecnologia seja aplicada.

Agora, é hora de entender como essa ferramenta pode trazer vantagens e benefícios para sua empresa. Veja em quais segmentos você pode aplicar a coleta e análise de dados em sua empresa:

  • Análise do cliente: Muitas empresas analisam dados dos clientes para melhorar sua experiência de compra. Isso eleva as taxas de conversão e aumenta a fidelização de clientes;
  • Análise operacional: Melhorar o desempenho operacional e aproveitar melhor os ativos corporativos são os objetivos de muitas empresas. A análise de Big Data pode ajudar diversas organizações a encontrar formas de operar com mais eficiência e melhor desempenho;
  • Prevenção de fraude: A análise de dados permite identificar atividades e padrões suspeitos que possam indicar comportamento fraudulento, reduzindo riscos;
  • Otimização de preço: A análise de dados possibilita otimizar preços cobrados por produtos e serviços com o objetivo de aumentar a receita.

O poder da análise de dados

Um dos grandes desafios atuais de empresas que buscam ser mais competitivas e desejam se destacar da concorrência diz respeito à gestão de dados.

Por meio da gestão e análise de dados as companhias geram insights, que são a chave para inovar em produtos e serviços, além de tornar os processos mais ágeis e modernos.

Entre em contato com o Grupo Print Laser e veja como podemos auxiliar no crescimento da sua empresa!

Deixe uma resposta